A "Prática da Percepção"

Esse exercício é sugerido por Kristin Neff no livro "Autocompaixão" (pg. 95). É uma prática meditativa de atenção plena ao espaço da mente. Abaixo você encontra o script da prática como está no livro e pode ouvir o áudio da meditação aqui.



A prática da percepção
Uma importante ferramenta utilizada para desenvolver a atenção plena é a prática de percepção. A ideia é fazer uma percepção mental suave, sempre que um determinado pensamento, emoção ou sensação surge. Isso nos ajuda a nos tornarmos mais conscientes do que estamos enfrentando. Se eu notar que sinto raiva, por exemplo, torno-me consciente de que estou com raiva. Se eu notar que minhas costas estão desconfortáveis da forma como estou sentado à mesa, torno-me consciente do meu desconforto. Isso, então, me permite responder com sabedoria às minhas circunstâncias atuais. Talvez eu devesse respirar profundamente algumas vezes para me acalmar ou devesse me esticar para aliviar a dor nas costas.
A prática da percepção pode ser usada em qualquer situação e ajuda a gerar atenção plena na vida diária. Para este exercício, encontre uma posição relaxada e sente-se por cerca de dez ou vinte minutos. Sinta-se confortável, feche os olhos e simplesmente observe quaisquer pensamentos, emoções, cheiros, sons ou outras sensações físicas que surgem em sua consciência. Por exemplo: “respirar”, “som de crianças brincando”, “coceira no pé esquerdo”, “perguntar o que vestir para a festa”, “insegurança”, “emoção”, “avião voando” e assim por diante. Toda vez que se tornar ciente de uma nova experiência, reconheça-a com uma percepção mental tranquila. Em seguida, deixe que sua atenção se dedique à próxima experiência pela qual foi atraída.
Às vezes, você vai se sentir perdido em seus pensamentos. Vai perceber que nos últimos cinco minutos esteve pensando sobre o seu almoço e se esqueceu inteiramente da sua prática de percepção. Não se preocupe. Assim que perceber essa tendência, acolha a experiência de estar “perdido no pensamento” e volte sua atenção para a sua prática de percepção.
Podemos treinar nosso cérebro para prestar mais atenção e se tornar mais consciente do que está acontecendo conosco a cada momento. Essa habilidade oferece uma grande recompensa, permitindo-nos ser mais plenamente envolvidos no presente e, também, fornecendo a perspectiva mental necessária para lidar com situações desafiadoras de forma eficaz.